Porque é que a Igreja tem escrituras confidenciais?

PORQUE É QUE A IGREJA
TEM ESCRITURAS CONFIDENCIAIS?

A grande maioria das escrituras de Scientology estão amplamente disponíveis ao público em geral e pode ser lida e estudada por qualquer pessoa. No entanto, uma parcela muito pequena das Escrituras que lida com os níveis mais avançados de aconselhamento espiritual é restrita aos paroquianos que tenham atingido os níveis anteriores de consciência espiritual.

Os Scientologists acreditam que é preciso estar devidamente preparado, espiritual e eticamente para receber esses materiais, e que a exposição prematura pode impedir o desenvolvimento espiritual. Por este motivo, as informações dessas escrituras avançadas são mantidas em sigilo.

As crenças principais da religião de Scientology estão publicamente disponíveis a qualquer pessoa. Elas estão contidas em qualquer um dos 18 livros básicos e das 280 conferências de acompanhamento de L. Ron Hubbard disponíveis em cada Igreja e missão de Scientology no mundo inteiro, bem como nas bibliotecas públicas a nível internacional. Nessas referências, o Sr. Hubbard escreve e fala sobre as origens do universo, as questões da relação do homem com o Ser Supremo, bem como a Teoria da Criação (Os Factores) da religião de Scientology.

O facto é que a religião de Scientology tem um reconhecimento das vidas passadas que se estende até tempos imemoriais. Os Scientologists e os interessados em saber sobre esses assuntos aprendem sobre esses princípios fundamentais desde o início dos seus estudos de Scientology e de facto são encorajados a fazê–lo.

Não é incomum para uma religião ter escrituras e práticas confidenciais. Práticas religiosas similares existem no Judaísmo e no Mormonismo, por exemplo.