Porque é que os Scientologists defendem tanto os direitos humanos?

PORQUE É QUE OS SCIENTOLOGISTS DEFENDEM TANTO OS DIREITOS HUMANOS?

No centro das crenças e princípios de Scientology está uma convicção de que todas as pessoas são dotadas de direitos inalienáveis, tal como estabelecido na Declaração Universal dos Direitos do Homem, ratificada pelas Nações Unidas em 1948. De acordo com essas convicções, a Igreja de Scientology patrocina a maior campanha de sensibilização dos direitos humanos não governamental do mundo, fornecendo materiais para indivíduos, grupos e agências governamentais em 82 nações. Os folhetos O Que São os Direitos Humanos? educam jovens e adultos sobre os 30 Artigos da Declaração Universal dos Direitos do Homem, de uma forma que qualquer pessoa pode compreender.

Em 2006, foram produzidos uma série de 30 anúncios de serviço público pela Igreja para ilustrar cada um dos 30 Artigos da Declaração Universal dos Direitos do Homem. É entregue a professores, grupos de direitos humanos e governos, em conjunto com um guia de estudo, manual de atividades e kit do professor para a sala de aula, fornecendo assim ferramentas eficazes para educar jovens e adultos sobre os seus direitos humanos. Tudo isto é acompanhado por um documentário, A História dos Direitos Humanos, que complementa os Anúncios de Serviço Público, folhetos e materiais do professor como uma ferramenta adicional para criar uma consciência universal e respeito pelos direitos humanos.

A campanha dos direitos humanos da Igreja alcançou até agora perto de mil milhões de pessoas em seis continentes. Não é por acaso que foi dado à Igreja de Scientology o crédito de ter feito mais pela consciencialização dos direitos humanos do que até mesmo as Nações Unidas.