Vale de São Fernando, Califórnia

A MAIOR IGREJA DE SCIENTOLOGY NA AMÉRICA DO NORTE ESTREIA NO VALE DE SÃO FERNANDO

Uma enorme nova Igreja de Scientology deixa cair a sua fita para lançar uma temporada épica de expansão para a religião.

Virado para norte do outro lado de Hollywood, ao lado de Mulholland Drive está um Vale repleto de piscinas e limoeiros que se estendem para todos os olhos verem. Com 670 quilómetros quadrados, o Vale de São Fernando é o lar de 1,8 milhões de habitantes, dos estúdios de cinema mais proeminentes e os panos de fundo em destaque no cinema americano desde Casablanca ao ET. Isto é um paradoxo típico da sociedade atual: mesmo ao lado, no entanto, um mundo à parte.

Mas no meio de tudo isso brilha uma nova luz por todas as 44 cidades e comunidades da região — desde Burbank e Glendale a Hidden Hills e Calabasas a São Fernando e Universal City — a nova Igreja de Scientology de Valley serve todos os cantos da bacia.

O Sr. David Miscavige, Presidente do Conselho Religious Technology Center, preside uma cerimónia altamente energética, no domingo dia 19 de março. A audiência levantou‑se numa ressonante ovação durante o seu discurso de inauguração.

“Hoje inauguramos uma Igreja de Scientology para este Vale dos Sonhos”, disse David Miscavige, o líder eclesiástico da religião de Scientology. Tal como o Vale de São Fernando é diverso, também o é a nossa ajuda. E assim damos as boas‑vindas às pessoas da sua miríade de culturas e etnias e de qualquer situação económica. Nesse aspeto, esta Igreja reflete perfeitamente o Credo de Scientology: ‘Que todos os homens, independentemente da sua raça, cor ou credo, foram criados com direitos iguais… Que as almas dos homens têm os mesmos direitos que os homens.’”

A Igreja de Valley é a aquisição mais ampla do universo em expansão das Igrejas Ideais de Scientology, que agora são 19 só no Oeste dos Estados Unidos e 57 internacionalmente. “Ideal” é o standard estabelecido pelo Fundador de Scientology, L. Ron Hubbard, para que todas as Igrejas possam ser uma expressão perfeita dos princípios e práticas da religião.

Assim foi, no domingo, 19 de março às 13h, 5000 Scientologists reuniram‑se para testemunhar o surgimento da maior Igreja Ideal de Scientology na América do Norte. Foi uma cerimónia condizente com o tamanho, âmbito e substância do novo lar de Valley, duma mistura da banda sonora clássica evocando a idade dourada dos dias do cinema, ao hino “V é de Valley” escrito e feito especialmente para a ocasião. Os milhares de pessoas presentes levantaram‑se na celebração eufórica e aplaudiram a todos os dignitários que elogiaram o grande impacto social da Igreja.

Para a congregação do Valley, esse impacto estendeu‑se desde ajudar uma criança emigrante a preencher a lacuna no seu ensino escolar com a Tecnologia de Estudo, a ajudar dezenas de milhares de jovens locais a fazerem um juramento para serem livres de drogas. E assim, esta inauguração dá agora à ajuda humanitária de Valley uma plataforma permanente.

A nova Igreja fica ao lado do cruzamento agitado de North Hollywood onde as avenidas Burbank e Lankershim se cruzam com a avenida Tujunga e 60 mil carros passam todos os dias. As instalações abrangem 8800 metros quadrados em 2 hectares a apenas alguns quarteirões do Distrito NoHo Arts e está preparada para envolver a comunidade a serem criadores de mudança por toda a região.

A mostrar esse compromisso estiveram presentes representantes do Vale de São Fernando para saudar a Igreja: o Adjunto do Chefe, Robert Green do Departamento da Polícia de Los Angeles, Região do Valley; o Adjunto do Chefe, Trevor Richmond do Departamento dos Bombeiros de Los Angeles, Região do Valley; a Sra. Nellie Barrientos, Diretora do Programa de Educação de Los Angeles; e o Bispo Franklin Harris, Membro Executivo do Conselho do Clero de Los Angeles.

O Adjunto do Chefe, Robert Green, começou por apontar para a necessidade de conferências na educação sobre as drogas, violência doméstica e gangues e como os Scientologists de Valley têm sido importantes na criação de tais iniciativas com os Conselhos Clericais e as Esquadras da Polícia em toda a bacia.

“Juntos alcançámos crianças e adultos em risco com a intervenção e educação vital antes de se tornarem vítimas ou suspeitos. E agora mudámos o rumo de mais de 25 000 vidas em todo o Vale.”

Ele também destacou o exemplo da Igreja de unir uma cruzada inter‑religiosa na região. “Porque, encaremo‑lo, quer sejam Judeus, Católicos, Cristãos ou Scientologists, estamos todos aqui para criar uma comunidade melhor e melhorar o resultado das nossas vidas. A Igreja de Scientology assumiu um papel de liderança entre as nossas igrejas. Têm sido cruciais na unificação do movimento da fé que oferece e apoia as soluções alternativas. Fizeram isso em colaboração com todas as esquadras da polícia do Vale. Não estão só a criar uma confiança do público, mas a salvaguardar o futuro. E é a isso que chamo: ‘Viver a fé.’”

O Departamento dos Bombeiros de Los Angeles tem desfrutado duma parceria de décadas com os Ministros Voluntários na preparação e resposta a desastres. Têm trabalhado com os quartéis de Bombeiros de Hollywood e do Vale para levar a cabo pequenas classes com voluntários locais e até mesmo exercícios de catástrofes de grandes dimensões.

“Os vossos princípios baseiam‑se numa filosofia de ajudar outros e que isso se estende ao vosso nível de preparação”, disse o Adjunto do Chefe Richmond. “Como um grupo não‑governamental, vocês estão especialmente atentos à preparação para desastres e gestão de crises. A comunidade pode depender de vocês e isso é realmente muito importante. De facto, é a vossa maior vantagem.”

O Adjunto do Chefe Richmond também falou da sua experiência ao trabalhar com os Ministros Voluntários de Scientology no local do Terramoto de Northridge. “Vocês estavam lá a assistir vítimas e a organizar linhas de fornecimento. Trouxeram recursos vitais que incluíram mais de 40 camiões de rações e 10 toneladas de provisões. Dia após dia, semana após semana, durante mais de 10 mil horas de voluntariado, vocês dedicaram‑se à cidade e ao nosso povo. E por isso, Los Angeles agradece à Igreja de Scientology.”

Os dignitários presentes enfatizaram a importância da Igreja de Valley como um parceiro comunitário inestimável, um que se pode sempre contar.

Para esse fim, a Sra. Barrientos, ilustrou o efeito que a Tecnologia de Estudo de L. Ron Hubbard tem deixado pelo seu trabalho com as famílias emigrantes. O Condado de Los Angeles tem mais de 200 000 crianças emigrantes e assim em conjunto com os Scientologists de Valley, ela ajudou a implementar as ferramentas de estudo para dar uma segunda oportunidade a estas crianças.

“E com Aprender como Aprender, os pais tinham uma forma de ajudar os seus filhos. Lembro‑me de uma rapariga que estava a reprovar nas suas aulas”, ela disse à multidão. “Após apenas quatro semanas de explicações, ela era uma das melhores da classe. É impossível esquecer as lágrimas da mãe dela quando viu que esta ferramenta tão simples e poderosa abriu um novo mundo de oportunidades para a sua filha. Sim, vez após vez vocês transformaram vidas destinadas ao fracasso em futuros animados e esperançosos.”

A Igreja de Scientology de Valley também patrocinou a celebração de Natal para as crianças emigrantes nos últimos sete anos e a Sra. Barrientos recontou que impacto uma tal experiência pode ter até mesmo numa vida. “Lembro‑me de uma jovem cujo pai estava desempregado. Eu perguntei‑lhe o que ela queria pelo Natal e ela disse: ‘Este ano acho que só quero alguns feijões e tortilhas.’ Ela sabia que os pais não tinham dinheiro para mais nada. Por isso, quando esta menina viu os presentes na vossa Igreja, bem, ela iluminava a sala inteira.”

O Bispo Harris tem trabalhado com a Igreja de Valley e os seus paroquianos na distribuição de O Caminho para a Felicidade de L. Ron Hubbard, nas ruas e avenidas da sua comunidade e até mesmo a partir do púlpito da sua Igreja. “Este livro está cheio de milagres diários”, disse ele. “E se quiserem uma prova viva, desde que comecei com O Caminho para a Felicidade não houve um único homicídio na nossa comunidade durante mais de três anos.”

Mas talvez o que melhor abrangeu o espírito do dia foi o que o Bispo declarou: “O mundo de hoje está a precisar de uma ressurreição séria. Face a isso, os Scientologists estão a fazê‑lo em grande escala. Vocês decidiram que vamos continuar a fazer isto até ao dia em que o inferno congele e mesmo então, continuaremos sobre o gelo.”


A nova Igreja proporciona aos visitantes uma introdução a Dianetics e Scientology, começando com o Centro de Informação Público. Os seus expositores contêm mais de 500 filmes que apresentam as crenças e práticas da religião de Scientology e a vida e legado do Fundador, L. Ron Hubbard.

O Centro de Informação também detalha os muitos programas humanitários que Scientology apoia. Estes incluem uma iniciativa mundial da educação dos direitos humanos, um programa de educação, prevenção e reabilitação de drogas amplo; uma rede global de centros de literacia e aprendizagem; e o programa dos Ministros Voluntários de Scientology que se tornou a maior e mais independente força de socorro.

A Capela maciça da nova Igreja de Scientology de Valley tem 1000 lugares e proporciona um espaço para as reuniões congregacionais de Scientology, que incluem Serviços Dominicais, Casamentos e Batismos. Também acolherá eventos comunitários, abertos a membros de todas as denominações. A Igreja também inclui várias salas de seminário e de curso, e uma ala inteira dedicada à audição de Scientology (aconselhamento espiritual).


A Igreja de Valley é a mais recente num período de crescimento explosivo da religião de Scientology nos últimos 12 meses. A Igreja de Scientology Nacional da Nova Zelândia, em Auckland abriu as suas portas em janeiro deste ano e mais estão a caminho, com inaugurações planeadas para as encruzilhadas culturais da América do Norte, Europa, Reino Unido e África do Sul.