JOANESBURGO, ÁFRICA DO SUL

VENTOS DA MUDANÇA:
A SEDE DE SCIENTOLOGY PARA A ÁFRICA GANHA VIDA NO MAJESTOSO CASTLE KYALAMI

1 DE JANEIRO DE 2019

Com uma cerimónia de Inauguração deslumbrante e uma semana cheia de celebração, a nova Organização Avançada e Saint Hill África traz uma sede de Scientology continental e centro de melhoramento social para a Nação Arco‑Íris e toda a África.

No topo dum planalto que o povo da tribo Zulu chamava de “O Lugar no Céu”, a batida distante dos tambores djembe torna‑se uma sinfonia celebrativa de ritmo que deu início a uma semana de festividades gloriosas. Mais de 4000 convidados de toda a África e de todos os cantos do globo reuniram‑se no Castle Kyalami magnificamente restaurado para uma cerimónia de inauguração histórica. Foi uma celebração cheia de orgulho e paixão, uma celebração alta de esperança continental, uma celebração de liberdade espiritual e ainda outro marco miliário na história da Igreja de Scientology — uma nova Organização Avançada e Saint Hill para a África.

Há éones que o topo desta colina sagrada em Midrand não tira os olhos destas terras vastas e ricas da África do Sul, uma visão que abrange intermináveis quilómetros em todas as direções. Agora esta oferece uma vista diferente, uma que se estende ainda mais longe do que os olhos podem ver, num novo reino espiritual.

Mais de 4000 Scientologists de toda a África e do mundo felicitam o Sr. David Miscavige, Presidente do Conselho de Religious Technology Center, na inauguração deste novo lar espiritual.

No Dia de Ano Novo, com vistas deslumbrantes à sua frente e a forma impressionante do Castle Kyalami atrás de si, o Sr. David Miscavige, líder eclesiástico da religião de Scientology, perante a multidão de milhares de pessoas reunidas, falou da natureza monumental desta inauguração sem precedentes.

“Hoje estão a testemunhar a história: a primeira Organização Avançada na nossa Idade de Ouro, esta nação onde surgiu as primeiras Igrejas de Scientology do novo milénio, este ponto de lançamento para levar a nossa ajuda a todo o lado. Se alguma coisa se qualifica como ‘terra sagrada’, então esta é uma sem dúvida. E é tudo mais sagrado, visto que também é onde eles vos vão dizer que a Humanidade nasceu e o ‘cordão umbilical’ ainda está enterrado debaixo dos nossos pés. Mas, de qualquer forma, estão aqui na encruzilhada de três milhões de anos passados e um futuro infinito por vir.”

Em honra desse futuro extraordinário, um coro de centenas de pessoas vestidas com trajes africanos tradicionais, encheram o castelo da plataforma ao parapeito, dançando e cantando “Winds of Change” (Ventos da Mudança) — uma canção original especialmente escrita para esta ocasião. Inspirada por L. Ron Hubbard e pelo seu sonho de liberdade espiritual ilimitado para a África, o desempenho capturou os corações de todos aqueles na assistência. Os dignitários, representantes da polícia e do governo da África do Sul, uniram‑se em coro e coletivamente saudaram a ocasião histórica como um “novo despertar à nossa querida África”.

No centro desta colina celeste, em 9 hectares de terra, o Castle Kyalami de 8000 metros quadrados permanece em testemunho do compromisso da religião para ajudar a criar uma África que pode cumprir o seu potencial ilimitado. A presença do castelo reflete a aura mágica da paisagem da África do Sul à medida que este olha para os gémeos gigantes nacionais da província de Gauteng — Joanesburgo no sul e Pretória no norte. As vistas panorâmicas cativaram rapidamente os visitantes e as 12 torres de ameias do castelo e as paredes de 20 centímetros de espessura dão uma atmosfera única. O interior elegante, intensificado pelo piso em mármore italiano extraído das mesmas pedreiras usadas por Miguel Ângelo, contribui com a sua própria atmosfera especial nesta inauguração espetacular.

A inauguração da Organização Avançada personifica a realização dum sonho expresso pela primeira vez em 1966 por L. Ron Hubbard, o Fundador da religião de Scientology. Ele procurou trazer as mensagens de Scientology sobre os direitos humanos e programas de melhoramento social para a terra do apartheid — onde, na altura, e durante três décadas, a liberdade era apenas um sonho para dezenas de milhões de africanos.

Durante as profundezas do regime brutal do apartheid, o Sr. Hubbard defendeu e escreveu um novo Projeto de Lei de Direitos e constituição para a África do Sul sob uma proposta de “um homem, um voto” destinada exclusivamente para libertar todos os sul‑africanos.

Em dedicação dessa visão de liberdade, Scientology abriu numerosas Igrejas e Missões por todo o continente nos últimos 50 anos. Agora, com o estabelecimento do Castle Kyalami, o número de oportunidades espirituais e humanitárias tem crescido exponencialmente.

Aqui os Scientologists de todo o continente encontrarão serviços de Scientology permitindo que os paroquianos avancem na sua jornada espiritual para os níveis superiores da Ponte para a Liberdade Total e logo aqui em solo africano. As expansivas instalações incluem um Centro de Aconselhamento Hubbard e abrangem uma ala inteira para a audição (aconselhamento espiritual), uma Academia para o treino de auditores que servem nas organizações de Scientology por toda a África, bem como uma divisão inteira para o aconselhamento dos paroquianos nos Níveis Avançados da Ponte.

Além do trabalho espiritual da Igreja dentro da nova Organização Avançada, neste mesmo dia também houve a inauguração simultânea dum Gabinete de Ligação Continental para a administração eclesiástica de Scientology por toda a região. Este é um ponto de emanação proporcionando uma ligação vital entre a Igreja e organizações religiosas, cívicas e sociais por todo o continente africano. A partir daqui, a Igreja irá coordenar programas sociais e humanitários que já alcançam centenas de milhões de pessoas em nome dum mundo sem drogas, sem crime, moral e justo. De facto, em combinação com o Castle Kyalami, o gabinete de ligação representa um centro dinâmico de ajuda humanitária que, para além de iniciativas de escala ampla, irá também realizar seminários e eventos com foco na união da comunidade e de forças inter‑religiosas para se abordar os males sociais que são tão frequentemente ignorados.

A cerimónia da Inauguração em si usufruiu da abundância das parcerias sociais da Igreja na África Austral. Entre os dignitários que deram as boas‑vindas à multidão e honraram a Igreja, estavam: Brigadeiro Sthembiso Shobede‑Nkosi da Polícia Nacional da África do Sul; Apóstolo Matome Modiba, Secretário Executivo do Conselho Inter‑religioso Nacional da África do Sul, da Província de Gauteng; Michael Tshishonga, ex‑Deputado do Diretor‑Geral da Justiça, África do Sul; e Reverendo Gift Moerane, Secretário do Conselho de Igrejas, da Província de Gauteng e conselheiro do Acordo de Paz Nacional da África do Sul.

Brigadeiro Sthembiso Shobede‑Nkosi deu as boas‑vindas à Igreja de Scientology, ao seu novo lar, em nome da polícia da África do Sul. Além disso, ela falou de Kyalami como um bastião da nação na luta contra as drogas.

“A Igreja de Scientology tem a capacidade única de coordenar tantas pessoas e reuni‑las sob o mesmo teto. Vocês já construíram a fundação e um número incontável de pessoas juntou‑se a vocês e disse: ‘Sim, estamos convosco.’ Desta forma, criaram uma visão comum que leva a nossa nação para a frente. Peço que, juntos, adotemos esta visão e tornemos este Castle Kyalami numa fortaleza de onde a nossa cruzada antidrogas alcançará para além do horizonte. Tudo isto, para que possamos alcançar a vitória suprema e ganhar a batalha contra as drogas para sempre.”

O Apóstolo Matome Modiba do Conselho Inter‑religioso Nacional da África do Sul falou sobre o poder do conhecimento para desbloquear o seu potencial. Ele disse que a primeira vez que se tornou consciente do conhecimento de Scientology foi através da interação da Igreja com o Conselho Inter‑religioso.

“Desde o início, vi a vossa paixão quando falavam de L. Ron Hubbard e da sua tecnologia, que oferece tantas ferramentas práticas que uma pessoa precisa agora mesmo na vida”, disse ele. “Comecei a aprender abertamente sobre os métodos de Scientology e todo o conhecimento que está à vossa disposição. E percebi como o nosso povo precisa desta tecnologia, porque é prática. É poderosa.”

O ex‑Deputado do Diretor‑Geral da Justiça, Michael Tshishonga, disse à multidão reunida que a coragem do Sr. Hubbard em nome da África do Sul nunca será esquecida.

“É verdade, há sempre um início do arco‑íris”, disse ele. “E para a África do Sul, o sonho começou com aqueles indivíduos que estavam dispostos a defender a felicidade do nosso povo. […] Vocês foram vozes fortes dispostas a ecoar na escuridão que encobria a nossa nação e a expor os campos de trabalho escravo da psiquiatria onde a nossa gente era tratada como gado. […] Nunca iremos esquecer o que fizeram para resistir àqueles que mantiveram o nosso Madiba atrás das grades. Sim, o Sr. Hubbard e a Igreja de Scientology têm lutado por nós e assim tornaram‑se parte de nós.”

O Reverendo Gift Moerane, cujo trabalho como conselheiro do Acordo de Paz Nacional da África do Sul entrou em contacto com o trabalho humanitário da religião de Scientology pela primeira vez, ele disse que considera os escritos de L. Ron Hubbard como um guia para uma vida melhor por toda a África.

“Quando lemos os livros de L. Ron Hubbard, percebemos que mudamos o mundo se nos tornarmos voluntários dos seus pensamentos”, disse ele à multidão. “Gosto de dizer que Dianetics e Scientology personificam o espírito de Ubuntu: ‘Eu sou porque vocês são.’ É desse espírito que a nossa terra precisa tão desesperadamente. Que hoje se disparem os canhões e se toquem as trombetas. Que os leões rujam, os elefantes vagueiem e os leopardos corram, porque a África agora tem este castelo incrível como sua casa. E com isso, chegou um novo despertar à nossa querida África!”

Antes do corte da tradicional enorme fita vermelha para marcar a abertura oficial da Organização Avançada e Saint Hill África, o Sr. Miscavige colocou este dia mágico num contexto ainda maior:

“Se foi aqui que os seres humanos caminharam pela primeira vez na vertical, bem, agora é aqui que lhes podem mostrar como voar. Além disso — tal como se existisse um além — diz‑se que o lugar pelo qual uma pessoa anseia é o lugar onde ela está destinada a estar. Bem, se é a África, então que seja a África.

“Sendo assim, depois de tantos anos, vocês chegaram para testemunhar a história e o destino — tudo como o nosso Fundador declarou desde a primeira passagem do tempo: ‘Da África Austral surgirá a próxima grande civilização neste planeta.’

“E com isso, agora inauguro esta Organização Avançada e Saint Hill África em nome de L. Ron Hubbard.”


Esta foi uma Inauguração tão magnífica que não podia ser só de um dia.

1 DE JANEIRO: CELEBRAR O ANO NOVO COM UMA NOTA HISTÓRICA

A Inauguração da Organização Avançada foi a maior realização duma nova era de expansão global e o início duma semana de celebração jubilante. Dia após dia, havia música por todo o lado conforme cantores, percussionistas e dançarinos africanos entretinham a reunião global de Scientologists e os convidados locais, nos terraços exteriores pelos 9 hectares. Foi dada uma amostra da cultura e culinária sul‑africana aos convidados internacionais com um mercado africano de joias e artesanato e braais tradicionais (churrasco sul‑africano). Ao longo da semana houve uma série de eventos especiais que atraíram chefes tribais, defensores humanitários, bem como Scientologists locais e internacionais.

2 DE JANEIRO: SOPRAM OS VENTOS DA MUDANÇA

Alegres após a inauguração histórica e revigorados para acrescentar ao ímpeto do dia, Scientologists de toda a África reuniram‑se para planear a expansão futura por todo o continente, com novas Igrejas no horizonte em Port Elizabeth, Durban, Cidade do Cabo e também em Harare e Bulawayo, Zimbábue.

Nessa mesma noite, mais de mil convidados — incluindo dignitários locais e representantes tribais — lotaram o Auditório de alta‑tecnologia e houve tantos participantes que também encheram outros espaços para um concerto espetacular. Alguns dos melhores talentos musicais da África do Sul subiram ao palco e receberam aplausos entusiásticos da audiência pela sua atuação emocionante das canções do álbum comemorativo Africa: The Winds of Change (África: Os Ventos da Mudança). O repertório incluiu canções escritas e compostas por L. Ron Hubbard em tributo ao espírito indomável da África. E esse espírito era totalmente visível conforme os artistas e a assistência se moviam — literal e figurativamente — ao ritmo e com a mensagem da música.

3 DE JANEIRO: UMA SAUDAÇÃO AOS SCIENTOLOGISTS SUL‑AFRICANOS

Os bravos representantes sul‑africanos da Associação Internacional de Scientologists (IAS) subiram ao palco para o primeiro Baile de Patronos Africano da IAS. A sala foi transformada numa glória dourada com panos de fundo reluzentes e arranjos de flores protea para a gala formal. O Sr. Miscavige homenageou mais de 100 membros da IAS por apoiarem os programas humanitários massivos do continente e reconheceu o seu impulso e dedicação por ajudarem a tornar esta celebração de Inauguração num sucesso. O orgulho era palpável à medida que estes Scientologists dedicados aceitavam os seus prémios. Depois dum jantar sumptuoso, as estrelas da dança abalaram a sala. A sensação das Caraíbas Michele Henderson e a lenda do hip‑hop de Harlem Doug E. Fresh estabeleceram o ritmo para o resto da noite enquanto os Patronos dançavam e festejavam.

4 DE JANEIRO: O ANO NOVO BRILHA RADIANTE NA PROVÍNCIA DE GAUTENG

As festividades continuaram conforme os paroquianos do trio de Igrejas da Província de Gauteng encheram o Auditório do castelo para uma apresentação da Celebração de Ano Novo Internacional. Para surpresa e prazer da multidão, o Sr. Miscavige subiu ao palco do Auditório e deu à assistência um resumo informal da semana de eventos. A assistência levantou‑se num aplauso tremendo, sabendo que esta Inauguração não só abriu as portas para a liberdade espiritual para os Scientologists, como também promete esperança e ajuda para toda a África.

5 DE JANEIRO: EM DEFESA DA ÁFRICA

O Seminário da Cruzada Humanitária da África, assistido por centenas, destacou os programas da Igreja de proximidade na comunidade. Os participantes ficaram esclarecidos e inspirados por uma série de briefings detalhados a delinear os aspetos práticos de algumas das iniciativas de salvação social de maior alcance no mundo. O foco coletivo estava na África estabelecendo planos para abordar os vários problemas sociais do continente e oferecendo esperança para ajudar a alcançar o seu potencial ilimitado.

6 DE JANEIRO: A UNIÃO DO SERVIÇO DOMINICAL

A celebração de uma semana culminou com o primeiro Serviço Dominical da Igreja, que começou alegremente ao som dum coro a cappella de Soweto. O serviço emocionante, que incluiu uma cerimónia de ordenação, foi um tributo à visão de L. Ron Hubbard para o continente, tendo reunido realeza africana, líderes comunitários, residentes locais de Gauteng e a congregação de Scientologists. Foi um fecho adequado duma semana histórica, cheio de espírito de esperança e a promessa dum futuro mais brilhante.


A inauguração da Organização Avançada e Saint Hill para a África enfatiza este período monumental de expansão épica para a religião nos últimos 15 anos. Sob a liderança do Sr. Miscavige, a Igreja de Scientology abriu as portas de 70 novas Igrejas Ideais por seis continentes. As inaugurações recentes ocorreram em Salt Lake City, Utah; Silicon Valley, Califórnia; Perth, Austrália Ocidental; Orlando, Florida; Estugarda, Alemanha; e Detroit, Michigan.

Estão planeadas mais inaugurações da Igreja no próximo ano, para as cidades globais da América do Norte e Europa.