O que é a desconexão?

O QUE É A DESCONEXÃO?

Um Scientologist pode ter dificuldade em fazer progressos espirituais na sua audição ou treino, se ele está ligado a alguém que é supressivo ou que é antagónico a Scientology ou aos seus princípios. Todo o progresso espiritual obtido a partir de Scientology pode muito bem ser perdido devido a uma pessoa ser continuamente invalidada por uma pessoa antagónica que não quer mais nada senão fazer-lhe mal. De modo a solucionar esta situação, ela ou “resolve” o antagonismo da outra pessoa com dados verdadeiros sobre Scientology e a Igreja ou, como último recurso, e quando todas as tentativas de resolução falharam, ela “desconecta-se” da pessoa ou deixa de comunicar com ela.

Tal como definido por L. Ron Hubbard:

“O termo resolver significa vulgarmente harmonizar uma situação com outra pessoa através da aplicação da tecnologia de comunicação.

“O termo desconexão define-se como uma decisão autodeterminada tomada por um indivíduo de que ele não vai estar ligado a outro. É um corte de uma linha de comunicação.

“O princípio básico de ‘resolver ou desconectar’ existe em qualquer grupo e o nosso não é diferente.

“Assemelha-se bastante à tentativa de lidar com um criminoso. Se ele não resolve a situação, a sociedade recorre à única solução que resta: Ela ‘desconecta’ o criminoso da sociedade. Por outras palavras, ela retira o indivíduo da sociedade e coloca-o na prisão, porque ele se recusa a resolver o seu problema ou a parar de cometer atos criminosos contra os outros.”

Uma pessoa que se desconecta está simplesmente a exercer o seu direito de comunicar ou de não comunicar com uma determinada pessoa. Este é um dos direitos mais fundamentais do Homem. Pois tal como o Sr. Hubbard assinalou:

“Se alguém tem o direito de comunicar, então também deve ter o direito de não receber comunicação de outrem. É este último corolário do direito de comunicar que nos dá o nosso direito à privacidade.”

Não existe nenhuma política em Scientology que exija que os membros da Igreja se desconectem de alguém, muito menos familiares e amigos que têm simplesmente crenças diferentes. Pelo contrário, o código moral de Scientology ordena que os Scientologists respeitem as crenças religiosas dos outros. A Igreja encoraja as relações familiares excelentes, quer as pessoas sejam Scientologists ou não, e as relações familiares melhoram rotineiramente com Scientology, porque os Scientologists aprendem a como aumentar a comunicação e a resolver quaisquer problemas que possam ter existido anteriormente.