O que é o sistema de ética de Scientology?

O QUE É O SISTEMA DE ÉTICA DE SCIENTOLOGY?

O sistema de ética de Scientology é inteiramente baseado na razão. 

L. Ron Hubbard definiu ética como “razão e a contemplação da sobrevivência ótima”. Ele também salientou: “Comportamento desonesto é não-sobrevivência. Qualquer coisa que provoque a destruição de indivíduos, grupos ou que iniba o futuro da raça, é irracional ou nociva.”

A ética pode ser também definida como “as ações que um indivíduo toma sobre si mesmo para garantir a sua sobrevivência através das dinâmicas. É uma coisa pessoal. Quando uma pessoa é ética, isso é algo que ela própria faz por opção.

O sistema de ética de Scientology inclui um corpo de tecnologia chamado Fórmulas das Condições. L. Ron Hubbard descobriu que existem vários estados de existência e que existem fórmulas exatas relacionadas com estes estados. Uma pessoa pode determinar qual a condição em que qualquer área da sua vida se encontra e aplicar uma fórmula para melhorar imediatamente essa condição. Apesar de serem muito simples, tais ações são muito poderosas e têm permitido que milhões de indivíduos tivessem melhorado as suas vidas de maneiras nunca imaginadas como sendo possíveis. 

Outra parte do sistema de ética de Scientology é um tipo de audição conhecido como um Confessional. O Homem desde há muito postulou um meio através do qual ele poderia colocar-se a si próprio no caminho certo. Em épocas tão remotas como 500 a.C., as religiões reconheceram que a confissão liberta uma pessoa espiritualmente do fardo do pecado. Em Scientology, foi descoberto que um Confessional auxilia a pessoa que transgrediu contra o seu próprio código moral e do seu grupo a aliviar-se e a sentir-se novamente bem em relação a si própria e a ser um membro cooperante do grupo.

Tal como L. Ron Hubbard escreveu:

“Nenhum homem que não seja ele próprio honesto pode ser livre ele é a sua própria armadilha. Quando as suas próprias ações não podem ser reveladas, então, ele é um prisioneiro; ele tem de se ocultar dos seus semelhantes e é um escravo da sua própria consciência.” 

Estas são apenas duas das ferramentas abundantes da Tecnologia de Ética que existe em Scientology.