A Cerimónia de Casamento com Dois Anéis

A CERIMÓNIA DE CASAMENTO COM DOIS ANÉIS

Amigos

Estamos aqui reunidos

na presença

destas testemunhas

com o propósito

de unir legalmente este homem

e esta mulher,

(nomes da noiva e do noivo).

 

Se há alguém entre vocês

que saiba de alguma razão

porque é que isto não

deva ser feito,

que o diga agora,

ou permaneça em silêncio para sempre.

(Pausa)

 

Estamos todos de acordo,

continuemos.

 

(Nome do noivo),

a tua realidade

do amor que tens

por (nome da noiva) é tal,

que criarás

constantemente

através da saúde

e da doença;

através da adversidade

assim como da fortuna?

 

Podes confrontar

e conceder perdão

aos defeitos

tão prontamente como dás valor

a todas as suas muitas

admiráveis qualidades?

(Resposta)

 

E comunicaste

o teu amor à (nome da noiva)?

(Resposta)

 

(Nome da noiva),

deste acusar de recepção

ao amor de (nome do noivo)?

(Resposta)

 

(Nome da noiva), a tua

realidade do amor que tens

por (nome do noivo), é tal

que criarás constantemente

através da saúde e

da doença;

através da adversidade

assim como da fortuna?

 

Podes confrontar

e conceder perdão

aos defeitos

tão prontamente como dás valor

a todas as suas sólidas

qualidades?

(Resposta)

 

E

comunicaste

o teu amor a

(nome do noivo)?

(Resposta)

 

(Nome do noivo),

deste acusar de recepção

ao amor de (nome da noiva)?

(Resposta)

 

Então posso–vos dizer aos dois

que através do vosso amor

junto

com o vosso acordo

sobre a sua realidade,

e pela vossa comunicação

destas duas lindas

verdades,

vocês completaram

o Triângulo de ARC

e assim consumaram

o único verdadeiro casamento,

que está além do poder

de qualquer indivíduo

ou grupo de indivíduos

o afectar

de qualquer forma.

 

Contudo,

a lei e costumes

da nossa sociedade

requerem que esta união

seja tornada num assunto

de registo

e aclamação pública.

Tenho a honra

de ter sido escolhido por vocês

para realizar esta cerimónia.

 

A aceitação de uma honra

traz consigo

uma obrigação

de magnitude comparável,

e eu seria negligente

quanto a essa responsabilidade

se falhasse em tentar

uma contribuição,

não ao que vocês

já criaram,

que mais ninguém pode fazer,

mas para manter

a continuidade da sua criação

na vossa futura linha do tempo.

 

O homem sempre

usou símbolos

para imprimir na mente,

verdades sensatas e importantes,

e estes símbolos

pudessem ser

uma lembrança sempre presente

da necessidade

da criação interminável

dos nossos desejos.

 

E estou certo

de que o vosso único desejo de união

em tempo presente

é que o amor

que criaram

permaneça uma realidade

ao longo de todos os vossos

anos futuros.

 

Padrinho, tens um anel?

(Resposta)

 

Podes dar–mo, por favor?

(Recebe o anel.)

 

Muito obrigado.

 

Madrinha,

tens um anel?

(Resposta)

 

Podes dar–mo, por favor?

(Recebe o anel.)

 

Muito obrigado.

(Segurando um anel entre o polegar e o

indicador de cada mão:)

 

Estes anéis consistem

em círculos,

e o círculo

tem sido um emblema

de permanência para o Homem

desde tempos imemoráveis.

De facto, representa

tempo e espaço,

que são intermináveis.

 

Quero que olhem para

estes dois emblemas

e façam um mock–up

do Triângulo ARC

no centro de cada um.

 

Já o fizeram?

(Resposta)

 

Muito obrigado.

 

Enquanto estes emblemas

permanecerem com vocês,

quero que vejam

aquele triângulo no centro

como lembrança de

que a realidade

do seu simbolismo de

permanência

continuará apenas a ser verdade, desde

que esse triângulo permaneça

inteiro.

 

Gostaria de vos ver

fazer um pacto entre vocês

de que nunca

fecharão os olhos para dormir

com um triângulo quebrado.

Curem qualquer quebra

com a realidade do vosso amor

através da comunicação.

Se fizerem isto,

estes emblemas

do vosso maior desejo

em tempo presente

permanecerão uma realidade

ao longo da vossa

futura linha do tempo.

 

Continuemos.

 

(Nome do noivo),

aceitas este anel

e com estas palavras,

coloca–o no

dedo de (nome da noiva).

 

“Com este símbolo

do meu amor,”

(Resposta)

 

“Eu te aceito,

(nome da noiva),”

(Resposta)

 

“Como a minha verdadeira e legítima

esposa”

(Resposta)

 

“Eu prometo–te manter

esse amor”

(Resposta)

 

“Sempre vivo, sempre verdadeiro.”

(Resposta)

 

(Nome da noiva),

aceitas este anel

e com estas palavras,

coloca–o no

dedo de (nome do noivo).

 

“Com este símbolo

do meu amor,”

(Resposta)

 

“Eu te aceito,

(nome do noivo),”

(Resposta)

 

“Como o meu verdadeiro e legítimo

esposo”

(Resposta)

 

“Eu prometo–te manter

este amor”

(Resposta)

 

“Sempre vivo, sempre verdadeiro.”

(Resposta)

 

E agora,

em nome da

Igreja de Scientology

e em virtude dos poderes

a mim concedidos,

eu vos declaro,

(nome do noivo),

e a ti, (nome da noiva),

verdadeira e legalmente,

marido e mulher

 

Peço–vos que selem esta

cerimónia, com os vossos lábios.

(Espera pelo beijo)

 

E peço a estas

testemunhas presentes

que abençoem comigo

esta cerimónia

com o postulado

de que a confiança e o amor

dos presentes

seja sempre mais forte

em cada ano que passe.

(Pausa)

 

Já o fizeram?

(Resposta)

 

Muito obrigado.

 

(Seja o primeiro a felicitá–los

a ambos, e o primeiro a tratar

a noiva por Sra.)

 

L.¬Ron¬Hubbard