As Caraíbas

HORIZONTES ILIMITADOS: O ANIVERSÁRIO DA VIAGEM INAUGURAL DO FREEWINDS RECAPITULA 12 MESES TRANSCENDENTES PARA SCIENTOLOGY

Os Scientologists mais dedicados do mundo soltam as amarras para um cruzeiro de uma semana, para comemorar os sucessos e preparar a agenda para um ano expansivo pelos sete mares.

Santa Lúcia — uma ilha no leste das Caraíbas, famosa pelo seu par de montanhas dramaticamente cónicas, as praias de cinzas vulcânicas, os locais de mergulho nos recifes, vilas de pescadores e uma floresta tropical no interior que leva às cascatas — foi o cenário perfeito para a convergência de várias centenas de Scientologists. Eles reuniram‑se para uma convocação de uma semana a bordo do lendário Navio de Motor de 135 metros, Freewinds, um retiro religioso para a Igreja de Scientology, na celebração do 29.º Aniversário da Viagem Inaugural do navio.

De facto, isto não é um cruzeiro comum, de facto, aqueles a bordo formam um grupo estelar que lideraram coletivamente a expansão da Igreja através da criação de novas Igrejas de Scientology nas suas zonas respetivas.

Além do mais, o encontro de uma semana é dirigido pelo líder eclesiástico da religião, o Sr. David Miscavige, mais uma vez, este não é um cruzeiro comum.

A semana começou com o Sr. Miscavige a recapitular apenas alguns dos destaques do progresso do ano:

O Sr. David Miscavige, líder eclesiástico da religião de Scientology, é recebido com entusiasmo por uma audiência de Scientologists apaixonados, à medida que ele sobe ao palco para a apresentação da noite de abertura.
 
 

“Desde o último ano, o nosso sistema solar de Igrejas agora inclui: Budapeste, Hungria; Harlem, Nova Iorque; San Diego, Califórnia; e, na orla do nosso mundo terrestre, Auckland, Nova Zelândia”, disse ele antes de passar para as inaugurações mais recentes da Igreja no Vale de São Fernando, Califórnia; Miami, Florida; e Copenhaga, Dinamarca.

Mas a convocação não é só sobre olhar para trás, o Sr. Miscavige disse aos presentes. Esta é a semana que estabelece a agenda para os Scientologists por todo o mundo para continuarem a expansão recorde que fez a religião um fenómeno mundial próspero.

Para o resto do ano, o Freewinds é um navio extraordinário da distribuição benevolente, já que regista e cartografa aventuras que levam programas humanitários e educacionais às Caraíbas e à América Latina; bem como prestar serviços espirituais para os Scientologists mais avançados o ano inteiro.

Mas para esta semana, os convidados no cruzeiro anual não irão celebrar só o seu próprio trabalho em nome da Igreja, mas irão estabelecer metas, planear e pôr em ação para a expansão futura enquanto participam nos eventos noturnos extraordinários, cada um com um foco único e surpreendente.

A HONRAR UM NAVIO HUMANITÁRIO DE ESTADO

Quando o Sr. Miscavige saudou a assistência na primeira noite, ele também prestou homenagem ao Freewinds, cuja tripulação — incluindo 5 capitães de navio e 133 especialistas em sobrevivência — compilou um número impressionante de 5000 anos de experiência acumulada no mar. O navio, ele disse, foi virtualmente reconstruído desde a sua 1.ª Viagem Inaugural, para se tornar “o navio mais seguro dos 7 Mares.”

Mas a segurança não é a única imagem de marca e cartão de visita. É de facto a sua missão permanente para a humanidade à medida que navega nas águas azuis das Caraíbas.

Desde campanhas dos direitos humanos a alcançarem os habitantes da ilha através da Ilha de São Vicente; à proliferação da educação antidrogas na televisão e rádio de Bonaire para contrariar o consumo de drogas endémico; e educação moral por meio de O Caminho para a Felicidade que ganhou elogios exuberantes do Ministério da Justiça da Aruba.

De facto, o valor da missão do Freewinds foi repetidamente reconhecido nos testemunhos de funcionários gratos da ilha que testemunharam pessoalmente os benefícios.

A interação do Freewinds e a tripulação com a sociedade mostra que “não estendem apenas a mão ou fazem um favor, mas têm uma responsabilidade social”, disse o Ministro para Infraestruturas e Portos de Santa Lúcia, num tributo em vídeo. “Esta é uma paixão de amor, de sinceridade e de verdadeira amizade e felicidade.”

Um estudioso de Barbados acrescentou: “Não se vai ao Freewinds só para passar o tempo. Vemos como o Freewinds pode ajudar. Não financeiramente, mas ajudar a encontrar soluções para problemas ou preocupações.”

Quando finalmente, um representante do Ministério do Turismo de São Cristóvão e Nevis declarou: “Mesmo que não digamos as vezes suficientes ou alto o suficiente, lembrem‑se que as Caraíbas apreciam o Freewinds.”

UMA NOITE EM RECONHECIMENTO DO FUNDADOR L. RON HUBBARD

Na noite seguinte, os convidados foram recebidos por uma apresentação biográfica em homenagem a L. Ron Hubbard (LRH). Foi uma noite que informou e espantou aqueles presentes com histórias incontáveis nunca antes contadas do legado do Sr. Hubbard. As histórias apresentadas pelo biógrafo de LRH, Dan Sherman, que falou da bondade do Sr. Hubbard e a sua visão.

No coração da noite estiveram entrevistas que apresentavam relatos pessoais vívidos daqueles que tinham encontrado L. Ron Hubbard e que foram mudados para sempre.

Houve o camareiro espanhol, o empresário que se tornou uma “pessoa melhor para o meu semelhante e isso é tudo graças ao Ron”. De forma semelhante, o empresário português que falou do “poder” de LRH “que fez da minha vida aquilo que sou hoje”. Seguido pelo presidente da sinagoga das Caraíbas que contou como o Sr. Hubbard “capturou o ambiente e a atmosfera” da sinagoga mais antiga do Novo Mundo na fotografia estimada do seu jornal. Concluindo com a personalidade da rádio e arquiteto, que se lembra de um Capitão L. Ron Hubbard que o encorajou a ele e aos seus colegas de escola das Caraíbas a capacitarem‑se com a educação, ao que ele disse: “Um Capitão não só de um navio, para mim é um Capitão que nos ajuda a conduzir as nossas vidas.”

O Sr. Sherman concluiu a sua apresentação com uma mensagem: “Façam o que fizerem, emulem L. Ron Hubbard. A sua competência e proficiência suficiente para produzir um impacto emocional — emulem isso. E assim a semear a sua compaixão e bondade nas vidas com que vocês também se hão de deparar.”

UMA NOITE EM CELEBRAÇÃO DA AÇÃO HUMANITÁRIA

Os passageiros a bordo para a Viagem Inaugural também participaram num evento formal para honrar a Associação Internacional de Scientologists (IAS) e o seu compromisso estelar para não só proteger e apoiar a religião, mas acelerar o melhoramento da humanidade, através de uma miríade de campanhas humanitárias internacionais. Estas incluem:

  • A Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos que expôs e restringiu o abuso psiquiátrico em hospitais de Tóquio, pelo maior reino tribal da África do Sul e nas ruas do sul da Florida.
  • Unidos pelos Direitos HumanosYouth for Human Rights, que desencadeou um movimento dos direitos humanos em Toronto (a cidade com maior diversidade étnica na Terra), na terra mais populosa da África na Nigéria e no Sri Lanka, onde Hindus, Budistas, Cristãos e Muçulmanos trabalham juntos para espalhar a Declaração Universal dos Direitos Humanos.
  • O Mundo sem Drogas que realizou as suas cruzadas com A Verdade sobre as Drogas através dos bairros ateniense, através das rotas notórias do trânsito de drogas de Baja e nos campos de jogo do Campeonato Europeu de futebol.
  • E finalmente, através de programas apoiados pela IAS de melhoramento social onde O Caminho para a Felicidade gerou um ressurgimento moral nas vilas e aldeias cubanas, a Tecnologia de Estudo deu início a uma revolução na educação na Mongólia e a Reabilitação de Toxicodependentes do Narconon que atingiu no centro da dependência da cultura do Nepal.

À medida que os anúncios das realizações chegavam ao fim, uma monumental foi revelada. E andou diretamente na esteira do Freewinds em conjunto com o apoio da IAS, porque a trabalhar com voluntários, agentes da autoridade e Scientologists, literalmente milhões de exemplares de O Caminho para a Felicidade, A Verdade sobre as Drogas e A História dos Direitos Humanos foram distribuídos nas principais cidades e aldeias da selva por toda a Colômbia.

Como resultado, o que era em tempos a capital das drogas do mundo e um país que as Nações Unidas classificou como a “pior crise humanitária do hemisfério ocidental”, tornou‑se logo o “Milagre Colombiano” com as violações dos direitos humanos militares a descer 96%.

Logo a seguir à inauguração da Igreja de Scientology Nacional da Colômbia patrocinada pela IAS, eles continuaram a trabalha incansavelmente para fornecer as soluções para a restauração da humanidade. Logo a seguir foi o acordo de paz espantoso entre o governo nacional da Colômbia e as tropas das FARC, após o qual 8500 polícias foram treinados pessoalmente pelo staff do Freewinds nas habilidades de vida vitais para ser usado na reintegração das tropas das FARC novamente na sociedade.

Mas esse não é o fim da história. Porque, menos de uma década após a primeira vez que o Freewinds atracou em Cartagena, o Sr. Miscavige declarou a seguinte realização épica: que no dia 5 de maio de 2017, a nação da Colômbia premiou a Igreja de Scientology com o reconhecimento religioso.


Foi outro exemplo de que a combinação do Freewinds, Scientologists, criadores de mudança global e a inspiração da tecnologia para a vida de L. Ron Hubbard, continuam a liderar para o melhoramento da humanidade.

Então, à medida que os passageiros se preparavam para sair do navio, eles e muitos mais estão decididos e determinados a retomar os seus anos de trabalho a melhorar a sociedade e as condições humanitárias por todo o mundo, uma nação, de facto um porto de cada vez, durante as próximas 51 semanas.

Preparar o objetivo de abrir outras 50 Igrejas, ainda há muita navegação pela frente, enquanto a Igreja procura alcançar todas as pessoas em todas as terras. Com um curso guiado por cartas do cinto de Oríon à Via Láctea, eles estão ligados ao oceano para descobrir o que está pela frente. E assim, o Sr. Miscavige despediu‑se de todos os passageiros com esta mensagem final:

“Agradeço‑vos por estarem presentes…

“Agradeço‑vos por tudo o que concretizaram até agora…

“E por tudo o que eu sei que irão concretizar neste ano que vem…

“Boa sorte e sucesso!”