Igreja Oficial de Scientology: Dianética, L. Ron Hubbard, História Religiosa, Antecedentes e Origens

O INÍCIO DA IGREJA DE SCIENTOLOGY

Com a publicação de Dianética: O Poder da Mente sobre o Corpo, no dia 9 de maio de 1950, um movimento nacional começou. Por volta do verão as pessoas que tinham lido Dianética lotaram a casa de L. Ron Hubbard, em Elizabeth, Nova Jersia. Elas queriam saber mais. Elas queriam se tornar mais proficientes na audição de Dianética. E com esta demanda, quatro indivíduos (um advogado, um editor, um médico e um engenheiro) abordaram o Sr. Hubbard para formar uma Fundação Hubbard de Pesquisa de Dianética (Da sigla em inglês HDRF para Hubbard Dianetics Research Foundation). Com o seu consentimento, a Fundação foi criada em Elizabeth.

Ao aparecer na lista de best-sellers do New York Times por 26 semanas consecutivas, Dianética criou uma tempestade de interesse nos Estados Unidos, exigindo que quatro fundações adicionais fossem formadas por todo o país, onde os estudantes eram treinados em Dianética.

Com a sua investigação contínua no tema da mente, o Sr. Hubbard, mais tarde em 1951, encontrou-se a estudar o espírito humano para responder à pergunta de quem ou o que estava a operar a mente. Com esta descoberta básica e elementar do espírito humano, um novo assunto foi fundado: Scientology.

Grupos de estudantes de todo o mundo viajaram para Phoenix, Arizona, onde o Sr. Hubbard realizou aulas e palestras sobre o tema de Scientology. Como resultado os estudantes regressaram às suas áreas e formaram grupos de Scientology, não só nos Estados Unidos, mas na Inglaterra, Austrália, França, Alemanha, Nova Zelândia e África do Sul.

Como o espírito humano estava verdadeiramente no reino da religião, um grupo de Scientology de Los Angeles formou a primeira Igreja de Scientology em fevereiro de 1954. Em meados da década a seguir, existiam em cerca de cinco países mais de uma dúzia de Igrejas de Scientology, juntamente com vintenas de grupos de Scientology em dezenas de nações.