A Esperança do Homem

A Esperança do Homem

Com provas demonstráveis, em vez de mera crença, L. Ron Hubbard estabeleceu que existe de facto um espírito imortal com um poder de sobrevivência infinito – uma unidade com consciência de consciência que é o próprio indivíduo. Com a ciência a providenciar ao Homem a tecnologia que lhe encontrou a alma que há muito lhe tinha negado, milhares de anos de crença no campo da religião materializaram-se numa realidade de que qualquer indivíduo se pode agora aperceber. Read More 

buy
$15 USD
Quantidade
Língua
Free Shipping Currently eligible for free shipping.
In Stock
Ships within 24 hours
Format:
Compact Disc
Lectures:
1

Videos

Excerpt

gcui_scientology_videos:video_node_classicsquote_hope_title

More About A Esperança do Homem

Este trabalho não representa uma rebelião. Nem sequer representa vagamente uma intenção de que desapareça qualquer destas coisas. Tudo o que representa é a esperança de que o Homem volte a sentir confiança e a ter êxito, de que possa encontrar-se a si mesmo numa sociedade muito confusa e mecanicista e possa recuperar para si mesmo alguma da felicidade, da sinceridade, do amor e da bondade com que foi criado.
– L. Ron Hubbard

Desde a aurora do tempo, o Homem acarinhou a esperança de que poderia alcançar maior liberdade, de que a vida continha um potencial que transcendia o ramerrão diário de trocas comerciais e lucros. Essa esperança, expressa pelos maiores líderes religiosos ao longo dos séculos, tem renovado repetidamente a força do Homem para encarar o futuro. Porém, sem meios práticos para converter a esperança em realidade, o objetivo de uma liberdade maior permaneceu, para a maioria, se não para todos, um sonho distante e inalcançável.

Então, com o início do século XX, veio o avanço rápido e sem precedente das ciências físicas, pondo a descoberto uma abundância de informação nova sobre o universo. Contudo, ao mesmo tempo, estas ciências limitavam a sua pesquisa ao mundo material, ignorando ou mesmo negando a existência da alma humana.

Esse foi o pano de fundo da busca de 25 anos que L. Ron Hubbard efetuou para resolver o enigma do Homem. Aplicando as ferramentas e a metodologia da ciência do século XX ao conhecimento acumulado durante milhares de anos de ensinamento religioso, ele procurou obter uma compreensão de quem é e o que é o Homem exatamente.

Então, em 1952, ele chegou a uma descoberta histórica. Com provas demonstráveis, em vez de mera crença, o Sr. Hubbard estabeleceu que existe de facto um espírito imortal com um poder de sobrevivência infinito – uma unidade com consciência de consciência que é o próprio indivíduo. Além disso, pelos mesmos métodos científicos, ele também descobriu que ele podia rastrear a vida desta unidade com consciência de consciência… vida após vida após vida.

Estas descobertas notáveis significaram nada menos do que o ponto de encontro, há muito procurado, entre a ciência e a religião, com a ciência a fornecer a tecnologia que encontrou para o Homem a alma que lhe tinha negado durante muito tempo. E com isso, milhares de anos de crença no campo da religião materializaram-se numa realidade que qualquer indivíduo pode alcançar aqui e agora.

Assim nasceu uma nova religião, a primeira religião totalmente prática do mundo – Scientology.