Técnica 88: Incidentes na Linha do Tempo Antes da Terra

TÉCNICA 88: INCIDENTES NA LINHA DO TEMPO ANTES DA TERRA

“A Técnica 88 é a técnica mais hiperbólica, efervescente, dramática, impossível de exagerar, pomposa, superlativa, grandiosa, colossal, e magnífica que a mente do Homem poderia concebivelmente abranger. É tão grande como a linha do tempo completa e todos os incidentes que ela contém. É aquilo a que a aplicam; é o que tem estado a acontecer. Contém os enigmas e segredos, os mistérios de todos os tempos. Poderiam realçar esta técnica como fazem com as atracções de circo, mas nada que pudessem dizer, nenhum adjectivo que pudessem usar, descreveria adequadamente nem sequer uma pequena fracção dela. Esta não só dá uma sova na imaginação, como vos deixa envergonhados por imaginar alguma coisa”, é a introdução que L. Ron Hubbard lhe faz nesta série de palestras nunca antes disponíveis, expandindo tudo o que já está contido em Uma História do Homem.Aquilo que o espera é a linha do tempo completa. Leia Mais

adquira
270€
Quantidade
Língua
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock
Envio dentro de 24 horas
Formato:
CD
Conferências:
15

MAIS SOBRE TÉCNICA 88: INCIDENTES NA LINHA DO TEMPO ANTES DA TERRA

Porque eles não sabiam o que estava a aberrá-los; não sabiam porque é que as coisas estavam a piorar. Bem, vocês sabem o porquê na Técnica 88.

Agora, eu não vos quero dizer que esta técnica é tremenda, que é revolucionária ou algo do género. Dir-vos-ei simplesmente que esta é a coisa mais extraordinária, gigantesca e colossal que poderia ter acontecido à raça humana desde o princípio dos tempos. – L. Ron Hubbard

Durante éones, o Homem andou perplexo quanto ao seu passado. Donde é que ele veio? Porque é que ele estava aqui? Ele descendia dos deuses ou era apenas um incidente biológico fortuito? Ele evoluiu a partir dos macacos ou veio das estrelas?

Em 88, surgiu um novo desenvolvimento, dissipando a escuridão com a luz de factos incontestáveis:

TÉCNICA 88.

O local foi Phoenix, Arizona. Ali, à sombra de Camelback Mountain, L. Ron Hubbard estava a concluir a sua investigação de dois anos sobre vidas passadas. Este fenómeno tinha emergido antes de a tinta ter secado nos primeiros exemplares de Dianética, tinha acelerado com o desenvolvimento do Procedimento Avançado e tornou-se um ponto central com o lançamento do Manual para Preclears.

Ele estabeleceu no início da sua pesquisa que os incidentes de vidas passadas tinham de ser abordados. Quando eram ignorados, o preclear atolava. Quando estes eram tratados, os ganhos eram rápidos e dramáticos. Quer se “acreditasse” quer não em vidas passadas, era impossível discutir com os resultados no processamento.

Crucial para a exploração deste domínio pelo Sr. Hubbard foi o seu desenvolvimento do primeiro E-Metro. Com este, incidentes há muito enterrados e carga oculta não só puderam ser trazidos à luz, mas também verificados e comparados em muitos preclears. Apenas com isso, ele começou a traçar os incidentes comuns a todos os casos, estabelecendo os incidentes principais a ser encontrados em todos os seres humanos.

No início de 1952, L. Ron Hubbard publicou os resultados da sua pesquisa num novo livro, O Que Auditar, que agora é conhecido como Scientology: Uma História do Homem. As suas palavras de abertura revelaram um novo regime de processamento, a Técnica 88, especialmente concebido para localizar e auditar o thetan, o “Eu” do indivíduo.

Em Junho, auditores de toda a América reuniram-se para uma sessão de conferências de Verão no Colégio Hubbard de 9 hectares, então localizado na Indian School Road em Phoenix. Ali, num teatro ao ar livre construído para esse propósito, o Sr. Hubbard entregou as lendárias conferências da Técnica 88.

O que se seguiu foi uma aventura muito para além de qualquer coisa que esses auditores alguma vez imaginaram.

Para dar uma maior ajuda aos auditores nas suas próprias explorações deste novo território, ele deu-lhes uma bússola e um mapa: duas publicações que acompanham Uma História do Homem. Uma foi Audição Electropsicométrica, o primeiro manual sobre o uso do E-Metro. A segunda foi a Carta Individual da Linha do Tempo, para traçar os incidentes percorridos num caso.

Pela primeira vez, o Homem podia fechar o longo capítulo de aprisionamento do passado e traçar a sua rota para a liberdade.

Aqui estão, então, as conferências de L. Ron Hubbard sobre a linha do tempo completa da história do Homem.