CLEARWATER, FLORIDA

O NOVO CENTRO CRIMINON EM CLEARWATER ABRE
COMO A SOLUÇÃO PARA O RECIDIVISMO
ATRAVÉS DA REABILITAÇÃO DE CRIMINOSOS

Um programa de reforma criminal mundial que se dirige diretamente à causa da criminalidade ao restaurar o autorrespeito abre uma nova sede na Florida, na baixa de Clearwater, providenciando uma nova oportunidade aos ofensores de se tornarem membros contribuidores da sociedade.

Milhares de Scientologists e os seus convidados enfileiram-se em Clearwater, na histórica Fort Harrison Avenue da Florida para a entusiasmante inauguração no sábado, dia 11 de julho, do novo Centro Criminon da Florida. Criminon, quer dizer «sem crime», é baseado na descoberta do Fundador de Scientology, L. Ron Hubbard, que o caminho para a verdadeira reabilitação para os ofensores é ajudar cada um a «descobrir quando é que perdeu o seu orgulho pessoal. Reabilite esse ponto e deixará de ter um criminoso.»

Mais de 10,1 milhões de pessoas estão atualmente encarceradas no presídio pelos seus crimes — mais de 20% desses estão nos Estados Unidos. Dos 100 000 presidiários no sistema penal da Florida, quase 1 em cada 3 libertados estará detrás das grades, outra vez, no espaço de 3 anos. E o Condado de Pinellas encontra-se no segundo lugar a nível estatal no número de detenções juvenis.

«Nós, enquanto comunidade, não temos escolha quanto a reabilitar os criminosos», disse o Sr. David Miscavige, Presidente do Conselho do Religious Technology Center. «Nenhum cidadão pode dizer que “não tem nada que ver comigo”. Pois no dia que qualquer um de nós for vítima de um crime, terá tudo que ver connosco. Nenhum de nós espera por esse dia vindouro. O recidivismo da porta giratória será um ciclo interminável sem verdadeira reabilitação do criminoso. É isso o que a nossa nova sede do Criminon Florida defende: Uma dedicação à reabilitação de criminosos para que possam regressar à nossa comunidade como cidadãos produtivos. Estamos aqui para ajudar. E ao ajudar o criminoso a restaurar o seu autorrespeito, podemos marcar a diferença.»

As taxas de recidivismo frequentemente excedem 75%, mas o Programa Criminon está a reverter a tendência ao reabilitar os ofensores e devolvê-los à sociedade com habilidades de vida que lhes permitem levar vidas produtivas em vez de as desperdiçar por detrás das grades.

Atualmente o Criminon está ativo em cerca de 1000 presídios e instalações correcionais mundialmente, com quase 13 000 presidiários inscritos no programa.

Em todos os países em que o Programa Criminon foi instituído, funcionários governamentais e de presídios têm visto quedas drásticas nas taxas de recidivismo — mesmo entre as populações criminais mais empedernidas.

  • No presídio de segurança máxima Leeuwkop na África do Sul, após os presidiários terem participado no Programa Criminon o número de incidentes violentos decaiu de 1000 por ano para apenas 1.
  • Em Karachi, Paquistão, as taxas de recidivismo entre presidiários no presídio central da cidade que completaram os cursos Criminon decaiu espantosamente para menos de 1%.
  • Um ano e meio após os cursos Criminon terem sido adotados oficialmente pelo Sistema Penitenciário da Cidade do México, as taxas de recidivismo despencaram para 1%. O programa alcançou agora mais de 14 000 ofensores pelo país.

O Criminon Florida está dedicado ao programa de reabilitação criminal instituído há aproximadamente 5 décadas atrás. Tem estabelecido programas nas instalações em oito instituições correcionais e ministra cursos por correspondência a presidiários em 100 instalações por todo o estado. Ao realizar a sua missão, o Criminon Florida tem guiado cerca de 20 000 presidiários através de cursos concebidos para os ajudarem a fazerem um novo começo na vida como membros produtivos da sociedade. Com a sua nova sede, o Criminon Florida está comprometido a aumentar ainda mais o seu alcance para reabilitar ainda mais ofensores e aplicar forçosamente as algemas no recidivismo de porta giratória e pará-lo nos seus registos.

Os expositores informativos na nova sede providenciam aos visitantes os detalhes importantes do programa e da sua implementação. As instalações também incluem uma sala multipropósitos para seminários e workshops na ministração do Criminon, enquanto toda uma ala aloja um centro de curso por correspondência.


Descubra mais sobre Criminon e o que a Igreja de Scientology faz para criar um mundo sem criminalidade.

Watch this video

Este novo centro Criminon é um das novas seis instalações, cada uma dedicada a ajudar com as questões prementes que impactam Clearwater e a área da Grande Baía de Tampa. Estas incluem:

  • O novo lar dos Ministros Voluntários da Igreja na baixa, parte de um movimento global ativo em 120 nações — a maior força de socorro independente do mundo. Os Scientologists fazem mais de 200 000 horas por ano de voluntariado só na área da Baía de Tampa, vivendo pelo lema dos Ministros Voluntários que não importa qual seja o desafio: «Há sempre algo que se pode fazer.»
  • Um museu e centro de operações para a Comissão dos Cidadãos para os Direitos Humanos, o principal grupo de vigilância da saúde mental mundial desde 1969, responsável por ajudar a promulgar cerca de 181 leis que protegem os indivíduos de práticas psiquiátricas abusivas ou coercivas. O seu centro de informação em Clearwater apresenta o museu Psiquiatria: Uma Indústria de Morte.
  • Um novo lar para Unidos pelos Direitos Humanos, uma iniciativa de educação global que trabalha para identificar e proteger os direitos de todos os cidadãos do mundo e agora residente no Condado de Pinellas — onde os abusos dos direitos humanos e tráfego humano se encontram entre os mais severos nos Estados Unidos. Esta sede promete espalhar a luta contra estes abusos inescrupulosos.
  • O novo centro local para a Fundação por um Mundo sem Drogas, cujo programa internacional de A Verdade sobre as Drogas alcançou 260 milhões de pessoas mundialmente. O programa está comprometido a erradicar a toxicodependência e a providenciar uma educação sobre as drogas significativa aos jovens.
  • Um edifício dedicado a O Caminho para a Felicidade, o código moral não-religioso escrito por L. Ron Hubbard. Publicado em 112 línguas, os 21 preceitos têm levado calma às comunidades destruídas pela violência, paz às áreas devastadas por luta civil e levou autorrespeito a milhões de indivíduos. O novo gabinete de Clearwater providenciará a bússola moral precisa localmente.