Direitos Humanos: A Ensinar Tolerância e Paz

DIREITOS HUMANOS: A ENSINAR TOLERÂNCIA E PAZ

Ao conhecer bem a forte advertência do Sr. Hubbard aos governos nacionais para defenderem os direitos humanos fundamentais e respeitarem e implementarem os 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos do Homem, o Sr. Miscavige inspirou o início da campanha de direitos humanos da Igreja de Scientology.

O mais importante para as crenças de Scientology é a convicção de que todos os indivíduos têm direitos inalienáveis. É por essa razão que durante mais de 50 anos os Scientologists têm defendido a Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Hoje, a Igreja de Scientology patrocina a maior campanha de informação não–governamental para fazer a Declaração Universal dos Direitos do Homem conhecida em todo o mundo.

A iniciativa da Igreja em matéria de direitos humanos é patrocinar grupos e actividades e proporcionar os seus materiais a indivíduos, grupos e agências governamentais em 93 nações. Isto inclui:

  • Folhetos e anúncios de serviço público O Que São os Direitos Humanos? que educam jovens e adultos sobre os 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos do Homem, em termos que qualquer pessoa pode entender.
  • Um guia de estudo, manual de actividades e kit do professor em sala de aula que dão aos professores, grupos de direitos humanos e governos ferramentas eficazes para educar jovens e adultos sobre os seus direitos humanos.
  • Um vídeo–documentário, A História dos Direitos Humanos, que complementa os Anúncios de Serviço Público, folhetos e materiais do professor como uma ferramenta adicional para trazer uma consciência universal e respeito pelos direitos humanos.