O Código de Honra

O CÓDIGO DE HONRA

L. Ron Hubbard escreveu e publicou o Código de Honra em 1954, juntamente com a seguinte introdução:

“Ninguém espera que o Código de Honra seja seguido de perto e à risca.

“Um código ético não pode ser imposto. Qualquer tentativa de impor o Código de Honra levá-lo-ia para o nível de um código moral. Não pode ser imposto simplesmente porque este é um modo de vida que só pode existir como modo de vida, se não for imposto. Qualquer outro uso, que não seja o uso autodeterminado do Código de Honra, produziria, como qualquer Scientologist pode ver rapidamente, uma deterioração considerável na pessoa. Deste modo, o seu uso é um luxo e é feito apenas por uma ação autodeterminada, desde que se concorde inteiramente com o Código de Honra.”

1. Nunca abandone um companheiro em necessidade, em perigo ou dificuldades.

2. Nunca retire a sua fidelidade uma vez concedida.

3. Nunca abandone um grupo a quem deve o seu apoio.

4. Nunca se menospreze ou minimize a sua força ou o seu poder.

5. Nunca necessite de elogios, aprovação ou compaixão.

6. Nunca comprometa a sua própria realidade.

7. Nunca permita que a sua afinidade seja adulterada.

8. Não dê nem receba comunicação, a não ser que você mesmo a deseje.

9. O seu autodeterminismo e a sua honra são mais importantes do que a sua vida atual.

10. A sua integridade para consigo próprio é mais importante do que o seu corpo.

11. Nunca lamente o dia de ontem. A vida está em si hoje e você faz o seu amanhã.

12. Nunca tenha receio de magoar outra pessoa por uma causa justa.

13. Não deseje ser apreciado ou admirado.

14. Seja o seu próprio conselheiro, faça seus entes de razão e selecione as suas próprias decisões.

15. Seja fiel aos seus próprios objectivos.

Este é o código de ética de Scientology, o código que usamos, não por termos de o usar, mas porque nos podemos dar a esse luxo.