Comparação a Outras Práticas

COMPARAÇÃO A OUTRAS PRÁTICAS

Os esforços do passado para ajudar o Homem procuraram fazê-lo através da aplicação de códigos morais ou padrões de comportamento e conduta, mas, não tendo conhecimento da mente reativa ou de meios para aliviar os seus ditames irracionais, eles não conseguiram nenhuma melhora duradoura.

A audição é bastante diferente das práticas do passado, muitas das quais eram ineficazes e algumas, como a psiquiatria, que na verdade eram prejudiciais. Na audição uma pessoa segue um caminho traçado precisamente que leva a melhorias concretas, e é apenas a pessoa a ser auditada que diz se estas foram alcançadas ou não. O preclear determina quando ele recuperou a capacidade ou livrou-se de uma barreira espiritual para viver, e ninguém mais. O auditor continua a ministrar ao preclear até que o preclear sabe pela sua própria vontade que ele foi bem-sucedido. Não é o auditor ou qualquer outra pessoa que diz em Scientology que o preclear teve um ganho. O preclear sabe por si mesmo. Dado que o objectivo da audição é a reabilitação dos potenciais próprios, os ganhos podem realmente ser determinados de outra maneira.

A audição é composta por denominadores comuns que se aplicam a toda a vida. Não há variáveis na audição; os mesmos procedimentos são aplicáveis a todos os casos. Só a audição restaura ao indivíduo as suas potencialidades nativas, permitindo-lhe ser a pessoa que sabe que realmente é. Só a audição liberta a pessoa das armadilhas da mente reativa.