A Coisa Errada a Fazer é Não Fazer Nada

A COISA ERRADA A FAZER É NÃO FAZER NADA

Num mundo de forças imprevisíveis que se precipitam para um futuro incerto, como é que um indivíduo sozinho pode controlar o seu próprio destino? Deve esperar em silêncio o próximo sopro imprevisto? Ou será que ele deve tentar por quaisquer meios, através de qualquer plano, assegurar o futuro daqueles que ele estima e a sociedade em que ele vive? A resposta inesquecível L. Ron Hubbard a tais perguntas revela como podemos garantir a nossa sobrevivência futura. Leia Mais

adquira
14€
Quantidade
Língua
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock
Envio dentro de 24 horas
Formato:
CD
Conferências:
1

Vídeos

Excerpt

gcui_scientology_videos:video_node_classicsquote_wrong_title

MAIS SOBRE A COISA ERRADA A FAZER É NÃO FAZER NADA

Aqui estamos rodeados, nesta sociedade, por imensa gente que diz: “Oh, não há nada que eu possa fazer.” Mas é claro para mim, que isto é e parece ser uma situação em que uma pessoa não pode dizer uma coisa dessas. Pela primeira vez estamos perante o facto, o facto absoluto, de que exatamente a coisa errada a fazer é não fazer nada. – L. Ron Hubbard

Num mundo de forças imprevisíveis que se precipitam para um futuro incerto, como é que um indivíduo sozinho pode controlar o seu próprio destino? Como é que ele pode salvaguardar o bem-estar da sua família, a prosperidade do seu grupo e a segurança da sua nação?

Será que ele tem de esperar silenciosamente pelo próximo golpe imprevisto, que poderá muito bem assinalar o fim de todos os seus sonhos e aspirações? Ou será que ele deve tentar por quaisquer meios, através de qualquer plano, assegurar o futuro daqueles que ele estima e a sociedade em que ele vive?

Aqui está, então, a resposta inesquecível de L. Ron Hubbard a essas perguntas. O que ele revela não é apenas um princípio que significa a diferença entre o sucesso e o fracasso em todos os aspetos da vida, mas é também uma verdade fundamental pela qual podemos garantir a nossa sobrevivência futura como indivíduos, grupos, nações e a Humanidade como um todo.