A Maquinaria da Mente

A MAQUINARIA DA MENTE

O que é que acontece quando alguém põe todo um campo de pensamento e ação “em automático”? Ou até a sua vida inteira? Aqui estão, então, os “mecanismos” mentais e o modo exato como eles minam o poder de decisão e como detectá-los tanto no indivíduo como em outras pessoas. E essa é uma capacidade crucial, porque tal como uma máquina real pode sair fora de controlo, o mesmo pode acontecer com os mecanismos mentais. Felizmente, uma pessoa pode conseguir o controlo sobre a “maquinaria” e, ao fazê-lo, realmente tomar o controlo da sua própria vida. Leia Mais

adquira
14€
Quantidade
Língua
Envio Gratuito Atualmente elegível para envio gratuito.
Em Stock
Envio dentro de 24 horas
Formato:
CD
Conferências:
1

Vídeos

Excerpt

gcui_scientology_videos:video_node_classicsquote_machinery_title

MAIS SOBRE A MAQUINARIA DA MENTE

Mas se quisessem prevenir que isto acontecesse, se quisessem pôr alguma vida de volta na sociedade, se quisessem recompor novamente a sociedade para que esta tivesse de facto algum desejo de sobreviver, se quisessem fazer com que a vida fosse um pouco melhor, tudo o que teriam realmente de fazer seria pôr o Homem um pouco mais em controlo das suas ações e reações. – L. Ron Hubbard

Toda a gente realiza automaticamente certas tarefas de rotina. Conduzir um carro seria desajeitado se fosse preciso pensar novamente em cada procedimento minúsculo. Mas o que é que acontece quando alguém põe todo um campo de pensamento e ação “em automático”? A sua educação, por exemplo? Ou o seu trabalho? Ou até a sua vida inteira?

As respostas estão aqui e elas abrem uma perspetiva completamente nova sobre a mente. Na medida em que um indivíduo se retira da participação numa área da vida, ele substitui-se por um mecanismo mental automático. Aqui estão, então, estes mecanismos mentais e o modo exato como eles minam o poder de decisão do indivíduo. Para lhe devolver esse poder, L. Ron Hubbard especificou como estes podem ser reconhecidos nos pensamentos, atos e conversa de uma pessoa e, portanto, detectados em si mesma e noutras pessoas. E essa é uma capacidade crucial. Porque tal como uma máquina real se pode libertar do seu operador e começar a funcionar descontroladamente, o mesmo pode acontecer com os mecanismos mentais. Quando isso acontece – acautele-se! Porque, ao controlar padrões de comportamento inteiros, as “máquinas” podem de facto privar um indivíduo da sua capacidade para pensar e agir por ele mesmo, sem ele sequer suspeitar disso.

Afortunadamente, existe um remédio e este reside naquilo a que o Sr. Hubbard chama “o pivô central da existência”, que todos os seres vivos possuem e a que nenhum mecanismo mental pode resistir. Assim uma pessoa pode conseguir o controlo sobre a maquinaria da mente e, ao fazê-lo, realmente tomar o controlo da sua própria vida.