ESTUDO DE CASO

CONSTRUIR A FUNDAÇÃO PARA UM
MUNDO SEM DROGAS

A Colômbia não é apenas um grande oleoduto de cocaína do mundo, mas também tem uma própria epidemia de cocaína. Com centenas de milhares de viciados e uma das maiores taxas na América do Sul, a situação está a em proporções de crise e a procura por soluções nunca foi tão grande.

Em resposta, A Narconon expandiu‑se ao abrir umas novas e grandes instalações com dois acres, ou seja, em Terranova — New Land. O programa está aberto a qualquer um de qualquer parte da sociedade, quer um estudante da universidade, jovem profissional ou um ex‑traficante de droga. Os êxitos dos seus estudantes resultaram em duas dúzias de cidades colombianas a submeter toxicodependentes à Narconon.

A Narconon Colômbia em Bogotá desde que fornece serviços de reabilitação, as suas instalações estão preenchidas até à capacidade completa com o cartel de cocaína que controlava a zona pobre El Cartucho. A pedido de famílias desesperadas, a Narconon começou a levar missões de resgate a El Cartucho para literalmente tirar os jovens das malhas dos passadores de drogas. Quando as sua operações fizeram os cabeçalhos, a revolta da população resultou em fechar o El Cartucho.

O USO DE
DROGAS
CAÍU 50
PORCENTO
na
COLÔMBIA

Em reconhecimento da educação como a solução derradeira para parar com a dependência, a Narconon Colômbia lançou uma distribuição de mão‑em‑mão de literatura sobre as drogas. A equipa da Narconon também liderou dúzias de palestras de educação sobre as drogas em escolas por todo o país, alcançando 93 cidades em 15 estados.

Para providenciar as ferramentas da prevenção sobre as drogas aos agentes da polícia que diariamente lidam com o problema da toxicodependência na comunidade, a Narconon entregou workshops e materiais aos oficiais da polícia nacional em Bogotá, uma Força Especial Anti‑Narcóticos e o Departamento da Polícia de Kennedy. Eles também colocaram materiais educacionais noutros sectores das forças de segurança incluindo a Polícia de Vigilância, a Patrulha das Estradas e as Forças Contra Guerilha, alcaçando cerca de 20.000 polícias no país.

As ações de educação, prevenção e reabilitação da Narconon, contribuíram substancialmente para virar a maré da epidemia de drogas na Colômbia a oferecer esperança de um novo futuro para este país que tem sido destruído pela toxicodependência e tráfego de drogas.